Aprender a lidar com o desemprego

Aprender a lidar com o desemprego

Quem se encontra desempregado tem de enfrentar no seu dia-a-dia um conjunto de desafios, sejam económicos ou psicológicos. Nesta fase, é fundamental que não desista e que tenha a consciência de que independentemente do seu grau académico ou da sua experiência profissional, é preciso saber como dar a volta à situação.

Fique a conhecer como deve reagir perante o desemprego:

Determinação – Acredite nas suas capacidades e encare os potenciais empregadores com confiança e atitude.

Experiência – Empregos temporários, voluntariado, formação, qualquer destas opções é boa para enriquecer o seu CV e demonstrar vontade de trabalhar. Não fique parado!

Entusiasmo – Apesar das dificuldades, acredite e mantenha a esperança de que vai rapidamente encontrar uma solução para o seu problema. Pessimismo não é solução.

Rigor – Dedique-se à procura de emprego com rigor. Estabeleça horários, plataformas e estratégias para procurar emprego.

Aprendizagem – Se está a procurar emprego à muito tempo, pode não estar a conseguir por algum erro que está a cometer e não apenas por falta de sorte. Reveja todos os passos que costuma tomar e tente descobrir em que momento faz algo de errado que possa comprometer a sua candidatura.

Gestão – Altura fundamental para se fazer uma boa gestão, em termos financeiros e horários. Maximize os seus recursos ao máximo para suportar a fase de desemprego e para aumentar o seu tempo na procura de emprego.

Cuidados pessoais – Não se descuide com a sua aparência. Não se deixar abalar é essencial para conseguir uma boa recolocação no mercado de trabalho.

Segurança –  Esteja sempre organizado e preparado. Atualize o seu currículo, informe-se sobre a actualidade do mercado de trabalho e sobre as empresas a que se candidata.

Diferença – Não utilize sempre os mesmo métodos de envio ou o mesmo discurso na hora de se candidatar a um anúncio de emprego. Experimente entregar o seu CV pessoalmente e com uma apresentação mais esclarecedora e sem clichés.